quarta-feira, maio 13, 2015

Francisco, eco-terrorismo e miséria.





por Cubdest



1. Enquanto o pontífice Francisco dá os toques finais em uma encíclica sobre ecologia, 100 cientistas ambientalistas norte-americanos lhe enviaram uma carta em 27 de fevereiro, implorando-lhe para que não se deixe levar pelos argumentos de ecologistas radicais, com análises que não foram demonstradas pela ciência ambiental. Esses líderes revolucionários, com o pretexto de ajudar os pobres, contribuem com suas propostas para aumentar perigosamente a miséria no mundo.

2. Imediatamente depois de entregar na Santa Sé a carta a Francisco, uma comissão representativa desses 100 cientistas deu uma coletiva de imprensa a poucos passos do Vaticano, no Hotel Columbus, na própria Via della Conciliazione, ante atônitos jornalistas do mundo inteiro que estão acostumados somente a ouvir, a fazer eco e a difundir as opiniões dos ecologistas radicais.

3. Os cientistas norte-americanos, em sua súplica a Francisco, asseveram que simplesmente não existem provas científicas que demonstrem o tão repetido slogan da culpabilidade do ser humano no “aquecimento global”, e pedem que a Santa Sé não conceda seu apoio moral aos mitos ecologistas radicais defendidos especialmente no Painel Inter-governamental sobre a Mudança Climática (IPCC) organizado pelas Nações Unidas. Com efeito, poucos sabem que o principal “dogma” dos ecologistas, o “aquecimento global” supostamente provocado pela atividade humana, em particular, pelo uso de combustíveis fósseis e as emissões de CO2, não provou-se cientificamente.

4. Simultaneamente à coletiva de imprensa dos cientistas norte-americanos, na Academia Pontifícia de Ciências, dirigida pelo bispo argentino Marcelo Sánchez Sorondo, estava reunido um grupo de líderes ecologistas, boa parte dos quais deu seu apoio aos slogans publicitários eco-terroristas. A reunião na Academia Pontifícia contou também com a presença do Secretário-Geral das Nações Unidas Ban Ki-Moon e do economista de Harvard Jeffrey Sachs, os quais negam-se a reconhecer a existência de abundante documentação científica que mostra que dos níveis atuais das emissões de gás não estão na causa das mudanças climáticas.

5. Em conseqüência, os representantes dos 100 cientistas norte-americanos que enviaram a carta a Francisco, advertiram em Roma que não se pode chantagear psicologicamente a humanidade para empurrá-la para uma revolução literal das economias globais que limitaria drasticamente a liberdade e a propriedade privada, contribuindo para aumentar a miséria no mundo.

A substituição das fontes de energia constantes, como os combustíveis fósseis, por fontes de energia intermitentes e de baixa densidade, como a eólica e a solar, seria algo catastrófico para os pobres do mundo. Com efeito, essa eventual substituição elevaria ao mesmo tempo o custo da energia que eles usam e reduziria sua disponibilidade, especialmente da energia elétrica.

6. O eco-terrorismo ainda tem em suas mãos o maior número de microfones para difundir suas idéias pró-socialistas e anti-científicas. Porém, ele já não tem a unanimidade que até há pouco o favorecia. Os 100 cientistas ambientalistas norte-americanos contribuíram decisivamente para romper esse monopólio publicitário dos ecologistas radicais, que ocupam hoje o papel que as velhas esquerdas revolucionárias ocuparam há algumas décadas.


Links:

Carta abierta al pontífice Francisco sobre el cambio climático (traducción al español)


---

Message to Pope Francis: Protect the Poor from Harmful Climate Policies (original in English)


Press release (in English):


---

Hydrocarbon Use and Human Material Wellbeing: A Case Against Mitigating Global Warming by Reduced Fossil Fuels Use—Talk Given in Rome, Italy April 28, 2015

By E. Calvin Beisner, Ph.D., April 28, 2015


---

Psicose ambientalista: os bastidores do eco-terrorismo

Livro de Bertrand de Orleans-Bragança, com a colaboração de uma equipe de pesquisadores do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira. Para baixar gratuitamente o livro em formato PDF (em Portugués), faça clic no link abaixo.


---

Environmentalist Psychosis: Behind the scenes of ecoterrorism

To download the book free of charge, in PDF format (in Portuguese), follow the link. 





Apontamentos de Destaque Internacional. Responsável: Javier González. E-mail: Este endere%C3%A7o de e-mail est%C3%A1 protegido contra spambots. Voc%C3%AA deve habilitar o JavaScript para visualiz%C3%A1-lo. '>destaque2016@gmail.com(opiniões, pedidos de subscrição e remoção, sugestões, etc.).

Tradução: Graça Salgueiro

Nenhum comentário: